Rompa as molduras, se autor reconheça e seja você mesma (o)!

Oi, gente. Aqui é a Monalisa que tá fazendo o Ciclo do Auto com a Samia Melikian EduCom
.
Você já me conhece, né?
.
Depois dos primeiros encontros, me veio uma clareza sobre minha identidade, sobre o contexto que vivo, sobre como me comunico, sobre o que perito , sobre meus limites e minhas potencialidades….
.
Peraí, vou explicar :
E essa aí da foto é minha xará! Tenho certeza que você também a conhece. Ou, pelo menos, acha que sim!
.
Tipo assim: Sabe quem é a obra, mas não sabe QUEM ela é de verdade!!
.
A gente nem sabe quem ela é de verdade mesmo, porque não a motivação da obra não foi revelada pelo autor – até porque os artistas dizem que a obra nunca está acabada….
.
Assim, como as especulações sobre essa pintura, eu reparei também o quanto havia especulações sobre a minha vida e eu nem sabia responder o que era a minha verdade e o que era a verdade dita pelas outras pessoas.
.
Me identifiquei imediatamente com a Monalisa do pintor-ator-escultor multipotencial Da Vinci. Escolhi essa figura famosa para falar de mim não só pelo fato de termos o mesmo nome, não. Tem a ver com o fato de parecer que, assim como ela, às vezes, me vejo presa às molduras e retratada por outras pessoas que não eu mesma.
.
Como você sabe sou casada, tenho filhos, administradora com muitos cursos da área, mas estou em busca do meu propósito. A Samia diz que podemos ter mais de um propósito e que, ao longo da vida, eles mudam. Eu acredito, porque estou vivendo isso. Me interesso por tantas coisas diferentes. Será que tenho que ter um propósito somente?! Ou posso ser multipotencial igual ao Leonardo Da Vinci?
.
Quero empreender, mas me sinto incapaz de levar um negócio adiante. Mas, se eu não arriscar, como saberei, né?
.
Então, eu decidi que vou investir em mim. Resolvi fechar todos os encontros da mentoria e me comprometer 100% comigo mesma nesse processo de autorreconhecimento e atualização de identidade.
.
Estou ciente que vai ser impactante. Já conversei com pessoas que fizeram. Mas me sinto disposta a virar essa chave para me perceber e me reconhecer nos vários papéis que assumo, me reconectando com minha essência e demanda, resgatando a minha autoconfiança …mas, é claro, com ciência dos meus limites e habilidades. Isso vai me dar coragem e força para conquistar minha autonomia e fazer minhas próprias escolhas na vida pessoal e profissional, de forma assertiva e autêntica.
.
Eu quero romper algumas barreiras e ser uma Monalisa com autoestima elevada e mais segura.
.
Quando me vi como essa Monalisa do Da Vinci, onde uns dizem que ela é uma sobreposição de imagens, outros dizem que é um autorretrato, outras dizem que ela é a esposa de um fulano da época, que o sorriso é misterioso, me vejo nessa situação: pessoas descrevendo como sou, como eu me sinnto, o que é melhor pra mim e eu, ali em umas moldura , como uma figura pintada. Nao…eu tô viva e vou me declarar em meus pensamentos, sentimentos e me comportar de forma assertiva e afetiva… Porque ninguém tem “culpa” ou “responsabilidade” por essa condição na qual eu mesma deixei que me colocassem…
.
De certa forma, entendi que a minha história é resultado da minha comunicação, dos limites que impus, das escolhas que fiz….. e só será contada de forma legítima quando eu me declarar de forma clara e orgulhosa de ser quem sou!
.
Não é fantástico iniciar esse movimento de autorresponsabilidade e autenticidade????
.
Ai, gente, tô muito animada…. Recomendo: Soltem as amarras, rompam as moolduras, se autorreconheam e seja vocês …não importa a idade, nem o contexto, nem as condições ….Só assim, seremos livres de nos mesmos.
.
Olha aí o Ciclo do Auto me fazendo FALASOFAR (filosofar através da fala e me expressando com clareza e firmeza…rs)
.
Valeu, Samia !
.
Beijos e até mais! 🥰✌
.
Com gratidão, Monalisa <3

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Eu celebro todas as metamorfoses que meu trabalho provoca na vida e na vibe das pessoas, e me dedico a fazer movimentos sempre através dos seguintes pilares: Educação, Comunicação, Expressão, Conexão e Transformação.

Faça parte do espaço EduCom e receba conteúdos gratuitos!

Conheça meu trabalho